CortêsPREV
Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Cortês
Cortês, 16 de dezembro de 2017
Webmail

Conheça Cortês

A história de Cortês

Na década de 1870 existiam na região dois descendentes das famílias Marques Lins e Veloso da Silveira. O Capitão Franciso Veloso da Silveira, dono do Banguê Cortês e o senhor Manoel Joaquim Lins, proprietário do Engenho Solitário.

O senhor Francisco Veloso da Silveira sonhava em fundar um povoado, por isso não anexou o referido sítio ao seu engenho, passando a doar terrenos para a construção de residências e casas comerciais. Foi assim que teve início a cidade de Cortês em 1872.

Somente em 1875, porém, o Capitão Veloso da Silveira realizou o seu desejo. No dia 17 de abril doou o sítio a São Francisco das Chagas, de escritura passada com denominação de Cortês, o mesmo nome de seu banguê.

O povoado pertencia ao 3º Distrito Ilha de Flores, encravado na Comarca do Bonito. Através de um Decreto Estadual, no ano de 1890, Cortês foi desmembrado do Bonito e passou a ser povoado do município de Amaraji. Na passagem do século, já prosperava o comércio e havia uma pequena feira aos domingos.

O progresso continuou até que, em 5 de janeiro de 1911, Cortês tornou-se vila e distrito desmembrado de Ilha de Flores, de acordo com a Lei Municipal nº 57. A partir daí o Distrito Ilha de FLores dividiu-se em dois: a vila ILha de Flores, que continuou como posse do distrito e a vila de Cortês, pertencente ao município de Amaraji. A vila Ilha de Flores foi comandada por coronéis que eram proprietários de engenhos e usina de açúcar, restringindo-se a uam pequena feira, a uma estação ferroviária e aos correios. No entanto, a vila de Cortês era livre e expandiu-se.

A Lei da criação nos novos municípios, Cortês e outros , somente foi sancionada pelo governador Etelvino Lins, no dia 29 de dezembro de 1953.

A cidade de Cortês está situada na micro-região da mata úmida de Pernambuco (112), Cortês encontra-se a 107 Km de distância da Capital (Recife). Limita-se ao norte pelo município de Gravatá, ao sul pelo município de Joaquim Nabuco, ao leste pelo município de Amaraji e Ribeirão e a oeste pelos municípios do Bonito e de Barra de Guabiraba.

 

Hino de Cortês

I

Destes campos de verde perene,

Vê-se à noite estrelado Cruzeiro,

E o Santo de Assis nos inspira

Seja Deus o motivo primeiro

De tudo que se fez em Cortês,

Município feliz, brasileiro.

Coro

As colinas se miram no rio

A paisagem é de luz e de paz

É Cortês é a terra onde somos

Unidos os seu filhos leais.

II

Pernambuco valente nos lega

Pela pátria, o amor verdadeiro,

Liberdade simboliza este ar,

Este vento que corre ligeiro

Venturoso é nascer em Cortês

Venturoso é nascer brasileiro.

Coro

As colinas se miram no rio

A paisagem é de luz e de paz

ÉbCortês é a terra onde somos

Unidos os seu filhos leais.



Autor: José Roberto de Melo

Música: Miriam Holanda Ramalho

Banner

Todos os direitos reservados
Cortês PREV - Instituto de Previdência de Cortês
Rua Celso Borba, 10 Centro - Cortês-PE CEP: 55525-000
Email: cortesprev@cortesprev.com.br
FONE: (81)3687-1533